ACINFAZ

Unir para desenvolver: esse é o objetivo do Conexão Metropolitana

[vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Evento reuniu pessoas de diversas cidades da RMC em Fazenda Rio Grande” font_container=”tag:h5|font_size:17|text_align:justify” use_theme_fonts=”yes”][vc_single_image image=”5456″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_column_text]

Fazenda Rio Grande recebeu lideranças e representantes de mais de 20 cidades da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na última quarta-feira, 06 de dezembro. A Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (ACINFAZ), em parceria com a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), a Prefeitura de Fazenda Rio Grande e o Sebrae/PR, realizou o evento Conexão Metropolitana. Com uma programação bastante dinâmica, o evento teve o objetivo central de aproximar e integrar ações dos municípios da região, reunindo pessoas da sociedade civil organizada e também do poder público.

O evento foi apoiado pela Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), pela Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Paraná (Faciap), pelo Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Paraná (Fopeme), pelo Programa Compra Metrópole, pelo Pró-Metrópole e pela Coordenadoria das Associações Comerciais, Industriais e Agrícolas da Região Sudeste do Paraná (Caciaspar).

Oficinas temáticas

Antes do evento, no período da manhã, foi realizado o Planejamento Estratégico do Comitê Territorial da RMC, que se resumiu em seis oficinas voltadas para lideranças e técnicos que pudessem contribuir para o planejamento e desenvolvimento dos seguintes temas: compras públicas, acesso ao crédito, acesso à inovação, simplificação e desburocratização, educação empreendedora e associativismo. As oficinas foram organizadas pelo Grupo de Trabalho dos Pequenos Negócios do Pró-Metrópole e aplicadas por consultores do Sebrae/PR.

Os conteúdos gerados nas oficinas, com sugestões para o desenvolvimento econômico da região metropolitana, foram apresentados à tarde, no Conexão Metropolitana, e anexados à “Carta de Fazenda Rio Grande para o Desenvolvimento Econômico da RMC”, assinada por autoridades presentes e distribuída entre os municípios da RMC.

Gastão Fabiano Gonchorovski, presidente da ACINFAZ, Marcio Wozniack, prefeito de Fazenda Rio Grande, e Marcelo Ferraz, superintendente do Ippuc (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba) para Assuntos Metropolitanos, discursaram brevemente na abertura dos trabalhos.

Conexão Metropolitana

O Conexão Metropolitana nasceu no final de 2016, por iniciativa da ACINFAZ, quando líderes locais, estaduais e metropolitanos estiveram em Fazenda Rio Grande para debater sobre mobilidade urbana entre as cidades que compõem a RMC. Agora, em sua 2ª edição, com um formato mais robusto e abrangente, além de novas parcerias, o evento busca reunir os municípios visando o fortalecimento e o desenvolvimento da região em vários âmbitos. Quase 200 pessoas estiveram presentes no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Erotides Ângelo Nichele (escola técnica).

Na solenidade de abertura, foram chamados para compor o espaço de honra Gastão Fabiano Gonchorovski, presidente da ACINFAZ e vice-presidente de Assuntos Institucionais da Faciap; Marcio Wozniack, prefeito de Fazenda Rio Grande; Julio Cesar Theodoro, presidente da Câmara Municipal de Fazenda Rio Grande; Marcelo Ferraz, superintendente do Ippuc para Assuntos Metropolitanos (representando o prefeito de Curitiba, Rafael Greca); José Ricardo Castelo Campos, gerente do Sebrae/PR (regional leste); Hélio Bampi, vice-presidente da Fiep e vice-presidente do Pró-Metrópole; Wilson Perussolo, presidente da Caciaspar (representando Marco Tadeu Barbosa, presidente da Faciap); Rodrigo Rosalem, diretor de Planejamento e Gestão da da Fecomércio; João Augusto Branco Cobra, diretor Administrativo financeiro da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC); Marcel Micheletto, prefeito de Assis Chateaubriand e presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP).

Carta de intenções

Do resultado das oficinas ocorridas antes do evento, foi pactuada entre as lideranças presentes a “Carta de Fazenda Rio Grande para o Desenvolvimento Econômico da RMC”. Vinícius Milani, coordenador regional de Ambiente de Negócios do Sebrae/PR, fez a leitura do documento e, na sequência, a organização da assinatura da mesa.

Segundo Milani, caberá aos prefeitos, presidentes de associações comerciais e secretários que subscreveram a carta cumprir o que foi colocado pelas pessoas que passaram pelas oficinas. “Trabalharemos, enquanto Sebrae, junto com os parceiros, para que a carta seja efetivamente aplicada”, disse.

Escritório de Compras

Dando sequência à programação do Conexão Metropolitana, foi lançada a ferramenta digital “Escritório de Compras da RMC”. O tema compras públicas vem sendo tratado desse 2013 pelo programa Compra Paraná, em parceria com a Faciap, a Fecomércio e a Fopeme.

Assim, foi dos debates que nasceu a plataforma, apresentada na ocasião por Eberson Tibes, consultor do Sebrae/PR que liderou os trabalhos do GT Compra Metrópole em 2017, acompanhado dos representantes dos setores de licitações e compras: Carla Bueno, da prefeitura de Fazenda Rio Grande, Cristiano Roberto Pantarotti, da prefeitura de Curitiba, Vinícius Martins, da prefeitura de Pinhais, e Eliezer Cordeiro, da prefeitura de Araucária.

Mesa redonda

No final do evento, foi realizada uma mesa redonda entre Marcio Wozniack, Gastão Gonchorovski e Cesar Rissete, gerente estadual da Unidade de Ambiente de Negócios do Sebrae/PR. Rissete falou sobre a importância do Conexão Metropolitana e conduziu alguns temas com o demais participantes.

Rapidamente, o presidente da ACINFAZ explicou o projeto Fazenda Rio Grande 2050 aos presentes. Segundo ele, é importante que vários entes da sociedade estejam unidos em prol do município. “É fundamental que as lideranças da cidade, sejam elas públicas (prefeito e vereadores), o Poder Judiciário e a sociedade civil organizada, entre outros entes, além do empresariado, através da ACINFAZ, estejam unidos em cima de uma plataforma de pensar e viver a cidade”, comenta Gonchorovski, explicando que, assim, todos convergirão de maneira sistemática em torno de um projeto que gerará o desenvolvimento.

Já o prefeito, comentou sobre os desafios de comandar uma cidade que cresce vertiginosamente e também sobre a paz política que Fazenda Rio Grande vive hoje, o que permite que seja possível fazer com que as coisas aconteçam.

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column][vc_empty_space height=”75″][vc_custom_heading text=”GALERIA” font_container=”tag:h5|text_align:center|color:%231aac4e” google_fonts=”font_family:Ubuntu%3A300%2C300italic%2Cregular%2Citalic%2C500%2C500italic%2C700%2C700italic|font_style:500%20bold%20regular%3A500%3Anormal”][rd_images_gallery images=”5545,5499,5498,5539,5538,5537,5536,5535,5534,5533,5532,5531,5530,5520,5521,5522,5523,5524,5525,5526,5528,5529,5527,5519,5518,5517,5516,5515,5514,5513,5512,5511,5510,5509,5508,5507,5506,5505,5504,5502,5501,5500,5497,5496,5495,5494,5493,5492,5491,5490,5489,5488,5487,5486,5485,5484,5483,5482,5481,5480,5479,5478,5477,5476,5475,5474,5473,5472,5471,5470,5469,5468,5467,5466,5465,5464,5463,5462,5461,5460,5459,5458″ column=”ig_col_6″][/vc_column][/vc_row]

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.