PROFAZ INSTITUI CÂMARA TÉCNICA PARA A CONSTRUÇÃO DO PLANO DE RETOMADA ECONÔMICA

Por Comunicação ACINFAZ – 04/05/2021 – 08h20min

No último dia 29 de abril, ocorreu de forma remota, a 8ª reunião ordinária da Plenária do  Conselho de Desenvolvimento Econômico de Fazenda Rio Grande (PROFAZ), que entre os vários assuntos contidos na pauta, houve a deliberação da instituição da Câmara Técnica para a construção do Plano de Retomada Econômica local, que trabalhará através do levantamento de informações por meio da coleta de dados e resultados através de pesquisa desenvolvida com os setores econômicos do município, em relação ao momento da pandemia.

Também, foi dado posse aos novos integrantes dos poderes executivo e legislativo municipal, em virtude das mudanças de cargos por força das eleições municipais, que agora somam as lideranças já em permanência. Pela prefeitura municipal, juntamente com o Prefeito Municipal, Nassib Kassem Hammad, integraram os secretários Tiago Wandscheer e Lanes Randal Prates, das pastas de Desenvolvimento Economico e Desenvolvimento Urbano, respectivamente, o Procurador Geral, Marcelo Molinari e o Chefe de Gabinete, Elvis Maioki. Pelo Legislativo, assumiram os vereadores Fabiano Sobral e José Carlos Bernardes, a Procuradora Daisy da Silva Santos e o presidente da Câmara, Alexandre Tramontina Gravena.

Na ocasião, também foi apresentado aos membros, os coordenadores adjuntos do Fórum Geral de Instituições (FGI), sendo o Pastor Márcio Moreira dos Santos, atual Presidente do Conselho de Pastores de Fazenda Rio Grande e o Padre Leonardo Perez, Pároco da Paróquia São Gabriel da Virgem Dolorosa. O FGI tem como finalidade manter as principais entidades e organizações de Fazenda Rio Grande alinhadas com o planejamento estratégico do município, bem como fortalecer institucionalmente o PROFAZ.

 

O PROFAZ foi constituído a partir da mobilização da sociedade civil organizada e dos poderes públicos do município e foi criado pela Lei Municipal n.º 1.319 de 24 de outubro de 2019, que tem como principais objetivos, a permanente construção e aperfeiçoamento da articulação institucional, a formulação e apoio a implementar diretrizes e estratégias de médio e longo prazo, além de formular e fazer executar as políticas, programas e projetos voltados ao desenvolvimento econômico sustentável local e de sua região de influência.

PUBLICIDADE