ACINFAZ

Mãos à obra (Edição 116 – Janeiro 2018)

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Abrimos 2018 com um sentimento alvissareiro relacionado a nossa economia, que esteve tão fragilizada nas últimas dezenas de meses, e é natural pensarmos desta forma, pois estamos estreando um novo digito em nosso ano. Vemos um pequeno e tímido aquecimento nos números econômicos, que não nos garantem uma retomada na economia – que ainda busca animar os anticorpos que foram machucados com o castigo de inúmeros fatores que nos desenharam um grande fantasma, assustando os investidores e criando uma insegurança (para não falar em medo) nos empresários brasileiros.

Para um país crescer e, consequentemente, se desenvolver são necessários investimentos constantes e planejados em infraestrutura, aliados ao corte de gastos abusivos no setor público, com pesados recursos investidos na capacitação e no aprimoramento profissional, sempre trabalhados com um olhar e ações robustas para a educação, pois se não formarmos cidadãos com visão empreendedora e política institucional, sempre seremos reféns da corrupção. Isto, sem falar da desburocratização, da elevada carga tributária, entre outros “monstros”.

É evidente que o setor privado precisa fazer a sua parte também, inovando em seus processos, buscando tecnologias, preparando a sua equipe e por aí vai. Porém, se a economia não responde por fatores do ambiente macro – principalmente da esfera política – fica difícil o empresariado fazer a sua lição. Mas temos de ser obstinados, continuar trabalhando e mantendo a boa tradição de que sem trabalho e produtividade não existe crescimento. Então, mãos à obra!

Com relação a nossa querida ACINFAZ, 2018 será ainda mais intenso. Comunico que, neste ano, completaremos 25 anos de existência e de excelentes trabalhos desenvolvidos à representatividade empresarial local. Para esta ocasião, nossos diretores, coordenadores, conselheiros e a equipe de executivos estão imersos em vários relatórios, planilhas e cartilhas de projetos para apresentar, nas próximas semanas, um grande conjunto de ações, eventos, atividades e novos serviços voltados à melhoria do ambiente produtivo, mostrando que Fazenda Rio Grande está consolidando-se como uma exímia cidade de negócios e que tudo isto retornará como uma futura e consequente elevação da qualidade de vida do cidadão que aqui habita e trabalha.

Assim, quero informar que estaremos ainda mais presentes e participativos junto de nossos associados, que merecem o nosso respeito e dedicação, e posicionar que continuaremos desenvolvendo o grande programa matriz desta nossa gestão, intitulado de Fazenda Rio Grande 2050, que entrará neste 2018 agora de forma mais técnica.

Continuamos firmes, obstinados e avançando ainda mais!

[/vc_column_text][vc_column_text]

Gastão Fabiano Gonchorovski

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

50 Comments

  1. MichaelWhato

    cheapest pharmacy to fill prescriptions with insurance – ed drugs capsule online pharmacy or best online thai pharmacy

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.