ACINFAZ

Inspirações são necessárias para um futuro (Edição 114 – Novembro 2017)

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Fazenda Rio Grande está inserida em um gigante país, com mais de 5 mil cidades que, juntas, somam mais de 210 milhões de habitantes. Seguramente, já faz algum tempo que nosso município ultrapassou a casa dos 100 mil habitantes, porém o órgão federal oficial que mapeia estas informações (IBGE) ainda nos mantém no limite abaixo da centena de milhar. Isto faz, ainda em muitas ocasiões, com que sejamos vistos por investidores e empresas como uma cidade que tem que atingir a sua maturidade demográfica.

Este indicador também nos faz perder com a arrecadação do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Por isso, Fazenda Rio Grande não recebe o proporcional à população que aqui habita e que necessita dos serviços básicos como a saúde e a segurança.

No entanto, enquanto aguardamos uma nova contagem populacional, temos que ir fazendo o que nos cabe enquanto empresas e cidadãos: continuar trabalhando, adquirindo conhecimento, participando da vida da cidade e contribuindo com um vocabulário de elogios a Fazenda Rio Grande. Isto mesmo! Tenhamos a certeza de que quanto mais falarmos bem do município que habitamos, mais traduziremos isto numa grande voz, que criará uma atmosfera agradável, mesmo enfrentando dificuldades cotidianas existentes em uma comunidade.

E porque não sonharmos em ser uma cidade como Melbourne, na Austrália, que desde 2011 tem sido eleita a melhor cidade do mundo para se viver, conforme pesquisa da consultoria britânica Economist Intelligence Unit, ligada à revista The Economist, na edição de agosto deste ano? Talvez você, leitor, possa estar duvidando que Fazenda Rio Grande chegará ao nível da cidade australiana. Mas não vamos esquecer que nossa cidade está com seus 27 anos, ao passo que a comparada teve a sua fundação em 1835, ou seja, ela nasceu 155 anos antes.

Desta forma, procuramos nos inspirar em cidades como Melbourne, entre tantas outras, para que, através da sociedade civil organizada, empresas e poder público, de forma orientada e pactuada, possam construir e pensar um município que queremos, sob a luz do desenvolvimento econômico e com um prazo de 30 anos.

Assim, replico mais uma vez que, com o programa matriz de nossa entidade, que temos denominado de Fazenda Rio Grande 2050, é possível nos consolidarmos, pois os elementos naturais e quantitativos existentes já nos beneficiam muito para nos projetar como munícipes felizes com o lugar que moramos.

E seguimos nos inspirando para avançar!

[/vc_column_text][vc_column_text]

Gastão Fabiano Gonchorovski

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

34 Comments

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.