ACINFAZ

Imersão de lideranças (Edição 113 – outubro/2017)

[vc_row][vc_column][vc_single_image image=”5724″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_custom_heading text=”Grupo que participou da imersão em prol do desenvolvimento econômico de Fazenda Rio Grande” font_container=”tag:h5|font_size:14|text_align:center|color:%23999999″ google_fonts=”font_family:Ubuntu%3A300%2C300italic%2Cregular%2Citalic%2C500%2C500italic%2C700%2C700italic|font_style:400%20regular%3A400%3Anormal” css=”.vc_custom_1514982001243{margin-top: -35px !important;}”][vc_column_text]

O Fazenda Rio Grande 2050 vem tomando cada vez mais forma. Nos dias 19 e 20 de setembro, mais um importante passo foi dado em direção à realização dessa ideia de desenvolvimento econômico e sustentável para Fazenda Rio Grande. Um trabalho de imersão específico para a formação de lideranças foi realizado, com o objetivo de integração de esforços, entre a Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (ACINFAZ), a prefeitura e a câmara municipal. Ao todo, 40 pessoas passaram por uma capacitação, que teve o objetivo de integrar os disseminadores do projeto.

“O principal objetivo dessa imersão foi gerar nos participantes a confiança de trabalharem juntos, a confiança institucional, em prol do desenvolvimento econômico de Fazenda Rio Grande”, comentou Vinícius Milani, consultor do Sebrae/PR. Segundo ele, como resultado final desses dois dias, foi firmado o compromisso com o Sebrae para implantar o Conselho de Desenvolvimento Econômico da cidade. “A partir dessa contratação, o Sebrae disponibilizará o Prodec (Programa de Desenvolvimento Econômico), para materializar o conselho”, reforça.

De acordo com Milani, serão 12 meses de intenso trabalho, que envolverá profundamente todo o município através das entidades formalmente constituídas. Ele explica que a ACINFAZ, a prefeitura e a câmara liderarão juntos esse trabalho, em conjunto com o Sebrae. Entretanto, “toda a sociedade civil organizada será envolvida em um grande repensar de Fazenda Rio Grande, para projetos de médio e longo prazos, sob o ponto de vista de desenvolvimento econômico. Enfim, trabalharemos em conjunto para que possamos pensar a Fazenda Rio Grande e gerar desenvolvimento sustentável para os próximos anos”, finaliza o consultor.

[/vc_column_text][vc_single_image image=”5725″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_custom_heading text=”Consultores do Sebrae/PR e participantes da imersão. Na foto: Luiz Gustavo Comeli (Sebrae), Gastão Gonchorovski (ACINFAZ), Marcio Wozniack (prefeitura), Vinícius Milani (Sebrae), Jeffersonn Moraes (Sebrae) e Sebastião Freitas (Sebrae)” font_container=”tag:h5|font_size:14|text_align:center|color:%23999999″ google_fonts=”font_family:Ubuntu%3A300%2C300italic%2Cregular%2Citalic%2C500%2C500italic%2C700%2C700italic|font_style:400%20regular%3A400%3Anormal” css=”.vc_custom_1514982135859{margin-top: -35px !important;}”][/vc_column][vc_column][/vc_column][/vc_row]

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.