ACINFAZ

Construindo uma identidade – parte II (Edição 105 – Fevereiro 2017)

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Nesta segunda parte do título Construindo uma identidade, quero ampliar a discussão sobre a consolidação de Fazenda Rio Grande. Assim, trago novamente aquela pergunta tão formulada por vários cidadãos fazendenses: qual é a identidade deste município?

Realmente, ainda não definimos isto como sociedade e para que este título seja concedido a ela, precisamos ainda definir alguns rumos para que esta jovem cidade obtenha uma identidade. Mas é necessário planejar! E este planejamento deve ser construído em várias mãos, com a sociedade se organizando e participando ativamente na consolidação de uma cidade que queremos, assim como, e principalmente, a administração pública, dando abertura para que o pensamento do cidadão seja aplicado neste município que ainda tem muito a crescer.

Também é importante salientar que nem sempre a nossa forma de sonhar uma cidade é o que será regra. Para alguns, uma cidade mais tranquila basta. Já outros, esperam que ela seja mais agitada. Então, equalizar este modelo do se espera envolve um grande debate que, como disse, precisa ser muito bem organizado para que o extrato seja desenhado. Por isso, é necessário termos um plano mestre.

Logo, a construção de uma identidade para uma cidade não pode ser definida através da ideia de uma pessoa, que através de um projeto de lei concede uma honraria a um município. Quando chegar esta hora, isto deve ser natural!

Um processo de gestão e entendimento de cidade representa um constante desafio quando o assunto refere-se à construção e implantação de uma identidade para o município. Precisamos adotar métodos de gestão que devem estar conectados aos processos de administração por resultados, como marketing e design, e isto não pode ser aplicado somente na localidade, mas sim, como um plano estratégico e integrado, devendo ser desenvolvido através da sociedade civil organizada.

É importante que sejamos capazes de observar no que nossa cidade está se moldando. Creio que é chegado a hora da ideia Fazenda Rio Grande 2050 começar a ser um projeto. O momento é de avançar!

[/vc_column_text][vc_column_text]

Gastão Fabiano Gonchorovski

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

1 Comments

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.