ACINFAZ visita Camilo Turmino, presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP).

Por Comunicação ACINFAZ – 16/04/2021 – 16h40min

O presidente da ACINFAZ cumpriu agenda em Curitiba, onde esteve reunido com Camilo Turmina, presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP). O encontro obteve o intuito de dialogar sobre o momento econômico em razão da pandemia e os impactos que o setor produtivo tem sofrido nesta situação. 

Na oportunidade, foi feito o ato de assinatura do termo de cooperação de desconto de energia elétrica entre as entidades, para disponibilizar aos associados, como forma dos consumidores, reduzir a despesa operacional da estrutura da empresa, conforme o enquadramento de consumo. Também, foram compartilhadas informações sobre novas ferramentas tecnológicas por meio de inteligência artificial.

A ACP também presenteou a ACINFAZ com um exemplar de um Acervo Artístico, narrando a história centenária da instituição, ocasião da entrega entre os presidentes.

Presenciaram o encontro, as diretoras da ACINFAZ, Delmira Ramos e Edna Tortato, e pela ACP, Eduardo Stremel, diretor jurídico e Lourival Brasil, diretor executivo.

PUBLICIDADE

Presidente da ACINFAZ recebe secretário municipal de Planejamento e Finanças de Fazenda Rio Grande

Por Comunicação ACINFAZ – 14/04/2021 – 14h00min

Na tarde desta terça-feira (13), o presidente da ACINFAZ, Gastão Gonchorovski, recebeu a visita do secretário municipal de Planejamento e Finanças de Fazenda Rio Grande, José Dasembrok Júnior. O oportuno encontro pautou temas como a situação fiscal do município aliado aos desafios inerentes ao crescimento local. Também, outros temas estratégicos a serem discutidas pelo PROFAZ, foram elencados para serem tratados em pautas específicas.

PUBLICIDADE

Presidente da ACINFAZ visita a Associação Comercial e Industrial de Araucária (ACIAA

Por Comunicação ACINFAZ – 14/04/2021 – 14h00min

Na manhã desta terça-feira (13), o presidente da ACINFAZ, Gastão Gonchorovski, esteve em visita a Associação Comercial e Industrial de Araucária (ACIAA), onde foi recebido pelo presidente Juscelino Katuragi e membros de sua diretoria executiva. Na ocasião do encontro, temas como compartilhamento de informações entre as instituições coirmãs e convênios de parcerias, alimentaram o dialogo da pauta.

PUBLICIDADE

ACINFAZ e Prefeitura discutem sobre benefícios fiscais para atividades econômicas

Por Comunicação ACINFAZ – 13/04/2021 – 11h00min

Na manhã dessa segunda-feira (12), membros da Diretoria da ACINFAZ se reuniram com procurador do Município de FRG, João Paulo Portella e o secretário de desenvolvimento econômico, Tiago Wandscheer. A reunião, realizada por vídeo chamada, serviu para tratar sobre o desconto de 10% no valor da cota única do IPTU 2021 para atividades industriais, comerciais ou de serviços, conforme lei complementar municipal 163 de 2018.

De acordo com procurador, a referida lei continua em vigor, porém em 2021 não serão cumulativos os benefícios, ou seja, a empresa contribuinte que optar por 25% de desconto para parcela única até 10 de maio ou 10% para pagamento em até 6 parcelas com vencimento até 30 de maio, não terá direito aos 10% da lei de 2018. Portella justificou que o Tribunal de Contas do Estado notificou a Prefeitura e impediu aplicação da acumulação desse desconto novamente em Fazenda Rio Grande.

Em contra partida, Wandscheer comentou que a Secretaria estuda possibilidades de um pacote econômico local para contribuir com empresas afetas pela crise. Durante os próximos dias, a Secretaria reunirá novamente para tratar o assunto.

ACINFAZ foi representada pelo presidente – Gastão Gonchorovski, diretor da indústria – Willian Shinoki, coordenadora da Câmara de Advogados – Renata Doná, coordenador da Câmara de Contadores – Paulo Barbosa, diretor jurídico – Felipe Grazziotin e o gerente Giulianno Gomes.

PUBLICIDADE

Governo dará auxilio emergencial para MEIs, pequenas e microempresas

Por agência de notícias do Paraná – 06/04/2021 – 10h00min

As pequenas e microempresas paranaenses dos segmentos mais afetados pela pandemia receberão um auxílio emergencial do Governo do Estado. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (6) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em um encontro com deputados estaduais, chefes de outros Poderes e representantes do setor produtivo. As iniciativas tramitarão na Assembleia Legislativa.

No total, 86,7 mil empresas terão direito a um o socorro de R$ 59,6 milhões, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná (Fecoop). Pequenas empresas cadastradas no Simples Nacional em quatro segmentos receberão R$ 1.000. Já os microempreendedores individuais (MEIs) de seis setores terão direito a R$ 500. 

Serão quatro parcelas de R$ 250 para pequenas e microempresas paranaenses optantes do Simples Nacional com Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de Transporte de Passageiros (como vans escolares e ônibus de turismo), de Confecções de Vestuário e Calçados (lojas de roupas, calçados e outros itens de vestuário), de Bares, Lanchonetes e Restaurantes e similares, e Aluguel de Equipamentos Recreativos e Esportivos.

Para receber o auxílio, é preciso ter inscrição estadual ativa e comprovar faturamento ou declaração no PGDAS-D no valor de até R$ 360 mil durante o ano de 2020.  Em todo o Paraná, 32.697 empresas podem se enquadram nesses requisitos necessários e solicitar o auxílio, segundo estimativas da Secretaria de Estado da Fazenda. O investimento será de R$ 32,6 milhões.

Já os MEIs dos segmentos de Bares, Lanchonetes e Restaurantes, Produtores de Eventos, Agentes de Viagem e Operadores Turísticos, Atividades de Sonorização e Iluminação, Casas de Eventos, Empresas de Filmagens de Eventos e Produtores de Teatro receberão duas parcelas de R$ 250. Em todo o Estado, 54 mil microempreendedores podem fazer parte deste recorte. O investimento será de R$ 27 milhões.

CRÉDITO – O projeto de lei também prorroga por 120 dias a validade das Certidões Negativas de Débitos Tributários e de Dívida Ativa Estadual e das Certidões Positivas com Efeitos de Negativa de Regularidade de Débitos Tributários e de Dívida Ativa Estadual, bem como a consulta ao Cadastro Informativo Estadual (Cadin), para fins de operações de crédito realizadas com instituições financeiras públicas no âmbito do Estado do Paraná.

Como medida auxiliar no crédito, cerca de 40 mil empresários que têm financiamentos ativos na Fomento Paraná terão as parcelas congeladas por seis meses.

ICMS – Também será publicado um decreto que prorroga o prazo de pagamento da parcela estadual do ICMS devido por estabelecimentos optantes do Simples Nacional. A medida, elaborada pela Secretaria da Fazenda e Receita Estadual, pode beneficiar até 226 mil pequenas empresas ativas no Paraná. 

O texto estipula que os pagamentos referentes aos meses de março, abril e maio de 2021 terão vencimento em 30 de junho, 30 de julho e 31 de agosto, respectivamente. Assim, portanto, os pequenos empresários ganham três meses de folga nas contas. 

Outro decreto proporciona às empresas paranaenses o parcelamento do ICMS devido a título de substituição tributária (GIA-ST), em até seis parcelas mensais, no caso de fatos geradores ocorridos até abril de 2021. A medida vale para empresas inscritas ou não em dívida ativa, e o benefício pode ser requerido até o dia 30 de junho.

COOPERA – Outra medida anunciada nesta terça-feira foi um novo edital de R$ 31,5 milhões para o Coopera Paraná. O Programa de Apoio ao Cooperativismo da Agricultura Familiar do Paraná (Coopera Paraná) é uma ação governamental com o objetivo de fortalecer as organizações cooperativas como instrumentos para melhorar a competitividade e a renda dos agricultores familiares.

PUBLICIDADE

CAIXA E GOVERNO FEDERAL DIVULGAM CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021

A CAIXA, o banco de todos os brasileiros, vai creditar os pagamentos do Auxílio Emergencial 2021 a partir do dia 6 de abril. O anúncio aconteceu nesta quarta-feira (31/03), em Brasília. O calendário de crédito em conta digital segue até o dia 22 de agosto.

Com a experiência do Auxílio Emergencial, criado pela Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020, e da extensão do Auxílio Emergencial (Medida Provisória nº 1.000, de 2 de setembro de 2020), o calendário foi organizado para que o atendimento ocorra de forma ordenada e sem aglomeração. Os pagamentos serão escalonados, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, em ciclos de crédito em conta e saque em dinheiro. Para os beneficiários do Bolsa Família que receberão o auxílio, nada muda. Eles continuam a receber conforme o calendário habitual.

Reforço no atendimento

Para reforçar a rede de atendimento aos brasileiros, a CAIXA contratou 7,7 mil colaboradores para atuar nas mais de 4,2 mil agências em todo o país. O banco ainda intensificou os protocolos de combate à Covid-19 e vai reforçar a higienização e o distanciamento em suas unidades.

Calendário

O Auxílio Emergencial 2021 começará a ser pago no dia 6 de abril para os brasileiros nascidos em janeiro e os demais beneficiários receberão conforme abaixo.

O primeiro pagamento do Auxílio Emergencial 2021 para os beneficiários do Bolsa Família será no dia 16 de abril.

O calendário completo está disponível em auxilio.caixa.gov.br.

CAIXA Tem

A conta Poupança Social Digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de até R$ 5 mil. A movimentação do valor dos benefícios pode ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo CAIXA Tem. Atualmente, 75% das movimentações da conta Poupança Social Digital são feitas de maneira digital, por meio do CAIXA Tem.

Pelo aplicativo, é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code.

O trabalhador também pode pagar contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas pela opção “Pagar na Lotérica”.

A partir da data de disponibilização dos recursos para saque ou transferência, também de acordo com o mês de nascimento, os beneficiários poderão transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custo, ou realizar o saque em terminais de autoatendimento e casas lotéricas.

Quem terá direito ao Auxílio Emergencial em 2021

Pelas novas regras, estabelecidas pela Medida Provisória 1.039/2021, o Auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não haverá nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso. A família receberá o benefício com maior valor, seja a parcela paga no âmbito do programa, seja o valor do Auxílio Emergencial.

O valor médio do benefício será de R$ 250, variando de R$ 150 a R$ 375, a depender do perfil do beneficiário e da composição de cada família.

  • As famílias, em geral, vão receber R$ 250;
  • A família monoparental, chefiada por uma mulher, vai receber R$ 375;
  • Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.

Como o cidadão pode saber se foi aprovado para receber o Auxílio Emergencial

A Dataprev realizará o cruzamento dos dados das pessoas cadastradas no grupo de beneficiários com os critérios do novo programa. A partir do dia 2 de abril, os cidadãos poderão verificar o resultado do processamento através do endereço auxilio.caixa.gov.br ou central 111.

Papel de cada ente envolvido

A CAIXA é o agente pagador do programa. O banco não participa nem interfere no processo de avaliação dos critérios de elegibilidade. O ministério da Cidadania é o órgão gestor, que coordena a identificação e o pagamento das famílias elegíveis ao Auxílio Emergencial 2021. A Dataprev, por sua vez, faz o cruzamento de dados e informa à CAIXA os elegíveis a receber o benefício. Confira abaixo, o papel de cada ente:

Auxílio Emergencial 2020

A CAIXA iniciou o pagamento da primeira etapa do Auxílio Emergencial em abril de 2020. Em 10 meses, o banco pagou R$ 294 bilhões para 67,9 milhões de beneficiários. Ao todo, foram processados 109,2 milhões de cadastros. O site criado para o programa recebeu 1,95 bilhão de visitas; foram mais de 144 milhões de downloads do App Auxílio Emergencial; mais de 670 milhões de ligações para central telefônica 111 e mais de 324,5 milhões de downloads do aplicativo CAIXA Tem.

Atendimento ao cidadão

A central telefônica 111 da CAIXA funciona de segunda a sexta, das 7h às 22h e está pronta para atender os beneficiários do Auxílio Emergencial. Além disso, o banco disponibiliza o site https://www.caixa.gov.br/auxilio e as redes sociais:

twitter.com/  

caixafacebook.com/

caixainstagram.com/

caixayoutube.com/user/canalcaixa

Assessoria de Imprensa da CAIXA Curitiba

(41) 99679-7021 / 98888-1521

caixanoticias.caixa.gov.br | @caixa | imprensa[email protected]

 

FONTE E FOTOS: CAIXA

 

PUBLICIDADE

ACINFAZ E PREFEITURA DIVULGAM CONTATOS DOS PRODUTORES QUE VENDEM PEIXE VIVO

Devido ao cancelamento da Feira do Peixe Vivo, que acontece normalmente na Semana Santa, a ACINFAZ e Prefeitura trabalharam em conjunto para formar uma nova opção de comprar peixe vivo diretamente dos produtores do Município. A Prefeitura disponibilizou os contatos dos piscicultores que participariam do evento, a maioria da área rural, para que eles possam ter o lucro previsto nesta época do ano. Os consumidores poderão comprar peixes das espécies tilápia, bagre e carpa.

Com os pesque-pague funcionando com restrições, somado com o aumento da procura de pescados em virtude da Semana Santa, foi criada uma lista com os estabelecimentos que estarão atendendo na modalidade delivery (entrega por moto-boy ou similar) e drive-thru (retirada no local) em Fazenda Rio Grande. De acordo com o decreto local nº 5590/2021, fica proibida a entrada de pessoas para prática a pesca de lazer.

Em 2021, por conta do cenário de incertezas que vivemos devido ao aumento de casos de COVID-19, e dos decretos em vigência, alguns pesque-pague tiveram que se adaptar para que os impactos econômicos dessa crise não sejam maiores.

As vendas ocorrerão mediante pedido por Whatsapp e o consumidor deve retirar o peixe na propriedade. Os piscicultores foram orientados a tomar todos os cuidados com relação à pandemia, oferecendo embalagens higienizadas e respeitando o distanciamento.

Em contato com as empresas pisciculturas do município, a Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (ACINFAZ), formou a lista daquelas que fornecem peixes nas modalidades delivery e drive-thru, confira:

Pague e Pesque Vó Minda – Bairro Fazenda Iguaçu – 999067151

Facebook: https://www.facebook.com/PesqueiroVoMinda

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541999067151&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesqueiro 29 – Bairro Santa Maria – 998461816

Facebook: https://www.facebook.com/pesqueiro29oficial

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541998461816&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesque Pague Curitiba – Bairro Eucaliptos – 998774593

https://api.whatsapp.com/send?phone=5541998774593&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesqueiro do Eloi – Bairro Estados – 998443988

Facebook: https://www.facebook.com/Pesqueiro-do-El%C3%B3i-749385942121703

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541998443988&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesque e pague do Vane – Bairro Estados – 987623064

Facebook: https://www.facebook.com/Pesque-e-Pague-do-Vane-337655670287448

Instagram: https://www.instagram.com/pesquepaguedovane/

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541987623064&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesque e Pague Julinho -Bairro Santa Terezinha – 992540552 / 99181-5788

Facebook: https://www.facebook.com/Pesque-Pague-do-Julinho-698723740246747

Instagram: https://www.instagram.com/julinhotheodoro/

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541992540552&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Pesque pague Araucária – Bairro Estados – 995588906

Facebook: https://www.facebook.com/PesquePague-Das-Arauc%C3%A1rias-149100432253247

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5541995588906&text=Vim%20pela%20ACINFAZ,%20gostaria%20de%20comprar%20peixes.

Se você conhece algum pesque-pague que não se encontra na lista, envie uma mensagem para (41) 9996-0159

PUBLICIDADE

ACINFAZ RECEBE PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES

Nesta manhã de segunda feira (29), o presidente da Câmara de Vereadores de Fazenda Rio Grande, Alexandre Maringá, esteve em visita ao presidente da ACINFAZ, Gastão Fabiano Gonchorovski. O diretor jurídico da associação, Felipe Grazziotin, também participou do encontro.

Na oportunidade da visita, o vereador comentou sobre os trabalhos que vem desenvolvendo frente a presidência do Poder Legislativo em conjunto com os demais vereadores.

Foi demonstrado entre os presidentes, a preocupação do fechamento das atividades econômicas consideradas não essenciais, que estão acumulando prejuízos e fechamento das empresas, aliado ao desemprego.


Também, comentaram sobre a saúde financeira do município que pode sentir a queda de arrecadação, o que pode comprometer o atendimento aos serviços públicos.

Na ocasião, o presidente do Legislativo estará verificando a possibilidade da Câmara Municipal estudar uma proposta de lei, que venha a amenizar esta situação das empresas locais.


Para a ACINFAZ, a impossibilidade da rotina econômica de parte das empresas consideradas não essenciais, causa efeitos nocivos e precisa ser repensado com urgência este modelo de regramentos para que a economia comece a ser retomada.

Gonchororvski aproveitou a oportunidade e reforçou o apelo das empresas associadas, para que possam retomar as suas atividades econômicas com urgência.

PUBLICIDADE

Neste 27 de março, aconteceu de forma remota, a reunião do Comitê de Enfrentamento a Crise do Covid-19, do município de Fazenda Rio Grande, coletivo de lideranças que expõem e contribuem para a tomada de decisão com relação a atual pandemia. A ACINFAZ, mantém cadeiras neste grupo. Representaram a associação, Gastão Gonchorovski, Luís Rodrigo Oliveira e Giulianno Gomes, respectivamente, presidente, diretor de Capacitação e Gerente Geral.
Com a extensão do Decreto Estadual publicado na última sexta-feira sob o nº 7194/2021, que se estende até a data de 05 de abril, os municípios circunvizinhos a Curitiba, permanecem com as atividades consideradas não essenciais fechadas, podendo apenas operar na forma de delivery.
O diretor da ACINFAZ, Luís Rodrigo, sugeriu a unidade dos municípios do entorno da Capital, para acharem uma solução viável e imediata a situação. Já, em sua fala, o presidente da ACINFAZ, Gastão Gonchorovski, que também preside o Conselho de Desenvolvimento Econômico local (PROFAZ), chamou a atenção sobre a situação econômica instável que estamos atravessando e que a tendência será de agravamento, se as atividades não voltarem com as suas operações de forma imediata, onde muitas empresas e atividades terão de encerrar de uma vez o seu funcionamento, o que causará o desemprego e o endividamento do empresário, causando-lhe transtornos muitas vezes irreversíveis. Também, em sua explanação, traçou um paralelo sobre a importância dos pequenos negócios, responsáveis diretos na promoção do primeiro emprego para aqueles que estão iniciando a sua vida profissional e que sem muitas destas empresas em funcionamento, além das demissões que estão ocorrendo, fica ainda mais difícil o ingresso principalmente dos jovens no mercado de trabalho. Neste ato, Gonchorovski também frisou sobre a queda considerável de arrecadação que a prefeitura terá, podendo comprometer inclusive, a manutenção dos serviços públicos e o salário dos servidores.
A ACINFAZ está sensível com aumento do contágio do vírus, no entanto, uma flexibilização das atividades empresariais é defendida pela entidade, pois, sacrificar os mesmos setores a todo o momento, somente acarretará um desafio ainda maior no futuro.

PUBLICIDADE

ACINFAZ RECEBEU SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO

Na última semana, o presidente da ACINFAZ, Gastão Fabiano Gonchorovski, juntamente com vice presidente, Haroldo Isaak, receberam a cordial visita do secretário municipal de Planejamento Urbano de Fazenda Rio Grande, Cel. Lanes Prates.
No produtivo diálogo, o destaque da pauta foi relacionado a questões de mobilidade urbana do município, hoje, um dos principais desafios destacados para o desenvolvimento da cidade. Neste item, o Comitê Gestor do PROFAZ em parceria com a ACINFAZ, está pensando um modelo urbano viário central, que será apresentado às autoridades.
Também, temas importantes como a instituição do Plano Diretor local e o Plano de retomada Econômica foram conversados nesta reunião.

PUBLICIDADE