Entrevista: Márcio José Vieira (Edição 109 – junho/2017)

 Entrevista: Márcio José Vieira (Edição 109 – junho/2017)
Márcio José Vieira

Márcio José Vieira atua como executivo de Entidades de Classe desde 1991. Atualmente, é o superintendente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (FACIAP). Ele comenta sobre o papel das associações comerciais no desenvolvimento de uma cidade, o qual ele considera relevante. Sobre o Fazenda Rio Grande 2050, Vieira afirma que é uma iniciativa louvável, levando em conta a oportunidade da sociedade civil organizada de planejar o futuro da cidade. Veja o que mais ele diz:

Como superintendente da FACIAP, de que forma o senhor enxerga o Fazenda Rio Grande 2050?

A projeção daquilo que queremos a longo prazo, planejamentos de longo prazo, não estão ainda bem internalizados na nossa cultura. São raras as organizações, comunidades e territórios que têm essa preocupação de projetar e pensar a longo prazo. Porém, a partir do momento que um município se preocupa a projetar sua realidade e aquilo que vai querer ser, no caso a Fazenda Rio Grande no ano de 2050, é uma iniciativa louvável, pois é agora no presente que a sociedade organizada tem a oportunidade de planejar e concretizar como ela vai estar no futuro. O que enxergamos para o município em 2050 é uma população de 300 mil habitantes, uma cidade verticalizada, no entanto, dimensionar os outros elementos é o exercício que a comunidade tem que fazer hoje, dentre os quais: qual será a nossa vocação empresarial, que tipo de negócios queremos atrair, para onde iremos crescer, que tipo de mão de obra precisaremos ter, como vamos preparar o ambiente de negócio para atrair investimentos e de que forma isso irá impactar na qualidade de vida da comunidade.

Em sua opinião, qual é o papel das associações comerciais e empresariais no processo de desenvolvimento de um município? O senhor acha que é também função dessas associações participarem das questões que envolvem a cidade, de um modo geral, não restringindo-se apenas ao setor econômico?

As associações comerciais devem, em linhas gerais, atuar no mínimo em três pilares estratégicos: na promoção da cultura associativista, na oferta de produtos e serviços que contribuam com o aumento de competitividade das suas empresas associadas e como indutoras ou articuladoras do desenvolvimento local. Com certeza, nessa visão estratégica, a atuação da associação comercial como indutora do desenvolvimento é de extrema relevância. Ela é um dos principais atores desse processo, pois a intervenção de forma organizada da entidade e demais atores da sociedade na melhoria do ambiente de negócios é fundamental para a longevidade das empresas inseridas em sua comunidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da mesma.

Fazenda Rio Grande está prestes a formar definitivamente o Conselho de Desenvolvimento Local, que será o corresponsável pelo andamento do Fazenda Rio Grande 2050. Quais expectativas os empresários podem ter estando ou investindo em uma cidade que se organiza e pensa no futuro? O senhor acredita que o planejamento pode gerar benefícios diretos à economia?

O grande ponto de partida para a efetividade de um projeto com essa envergadura e desafiador é a organização das competências de todos os atores que estarão envolvidos no mesmo. Podemos afirmar com certeza, vendo as boas práticas desenvolvidas em outros municípios, que o Conselho de Desenvolvimento Local é o “fórum” com maior legitimidade e competência para articular e conduzir esse processo de transformação, pois à medida em que as demandas vão surgindo, as câmaras técnicas que serão oriundas a partir do Conselho serão os agentes operacionais para a elaboração de estudos, projetos e ações que serão coordenados pelo mesmo. Com relação a efetividade de benefícios provenientes do planejamento, podemos afirmar que mais importante do que planejar é colocar em prática o mesmo e monitorar de forma sistêmica seus indicadores, para que o mesmo não se torne apenas uma iniciativa sem resultados transformadores.

ACINFAZ

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.